Mude

Caso de sucesso da AgeRio, a Mude nasceu com o objetivo de ofertar a prática de atividades físicas de maneira gratuita em diversas cidades do Brasil, atuando inicialmente no Rio de Janeiro. A ideia surgiu após o sócio fundador e CEO da empresa Marcus Moraes visitar pela primeira vez a cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, em 1995, durante o primeiro Campeonato Pan-Americano de Jiu-Jitsu – esporte que começou a praticar ainda na infância.

Onde menos se espera surgem oportunidades

Na sua viagem, o empreendedor conheceu a famosa praia de Venice, local em que muitas pessoas praticam exercícios e onde a academia ao ar livre Muscle Beach fica localizada, sendo berço do movimento fitness dos Estados Unidos e frequentada por Arnold Schwarzenegger. No entanto, o que chamou a atenção de Marcus foi a má qualidade e conservação dos equipamentos instalados e por isso teve a ideia de criar uma academia semelhante no Brasil.

A ideia de Marcus começou a tomar forma quando o empreendedor retornou ao Rio de Janeiro e convidou o fundador da academia em que treinava para desenvolver a linha de equipamentos de musculação para uso ao ar livre, pois ele havia construído todo o aparato de sua academia. Os aparelhos seriam inspirados nos que ele viu na Califórnia, porém feitos de aço inoxidável para uso prolongado.

Apoio além da sala de aula

Em 1999, em projeto realizado com o apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, foi inaugurada a Muscle Beach Rio. Com seis meses de funcionamento em Ipanema, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro, teve mais de oito mil cadastrados e alunos de mais de dez nacionalidades. Mas Marcus quis ir além! O jovem empreendedor foi incentivado por sua orientadora de fim de curso na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) a desenvolver o planejamento do sistema de serviços, funcionamento e implantação de academias ao ar livre.

Conquistando novos parceiros

Após adquirir experiências e investimentos para alavancar seu negócio, a Mude foi fundada em 2002 com o propósito de transformar espaços urbanos em locais de conexão das cidades com as pessoas e entre as próprias pessoas. A empresa começou a se expandir dando início à implantação de academias ao ar livre por todo o estado do Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Porém, mesmo com o sucesso que estava sendo o seu empreendimento, sempre que Marcus voltava a Los Angeles e tentava mostrar seus produtos para a administração do Parque de Venice Beach, não obtinha êxito na tentativa de negociação, pois os funcionários se mostravam contentados com os equipamentos que tinham.

“A Mude é como se fosse um ponto focal entre quatro stakeholders: o governo, que recebe uma população mais saudável, além de infraestrutura; o usuário, que usa sem pagar; o patrocinador, que usa essa plataforma para ter visibilidade; e o profissional de educação física, que pode usar as estações para dar aulas privadas, trabalhar com os parceiros da Mude ou com a própria Mude”, explicou Marcus Moraes.

Mesmo assim, o empreendedor não desistiu e continuou traçando o seu próprio caminho. Em 2017, 15 anos após a fundação da Mude, a empresa alcançou mais de 100 academias espalhadas pelo Brasil, e cada vez com mais parceiros, como o Banco Santander, Unimed, Amil e Banco Itaú.

Inovação como carro-chefe

O empreendedor buscou a AgeRio para adquirir um financiamento no valor de R$ 2 milhões a fim de modernizar as estações e implementar novas, transformando o conceito já existente, passando a oferecer diversas novas funcionalidades. Com a mudança, o espaço passará a ser mais largo, possibilitando a prática de exercícios ao redor e dentro dele, além de um painel para que as pessoas vejam a execução das atividades. A primeira estação, já com as mudanças, pode ser instalada no Leblon, Lagoa ou no Condomínio Península, na Barra da Tijuca.

A empresa ainda conta um aplicativo para realizar o agendamento de aulas e fazer a ponte entre o aplicativo e a tela da estação. Com a modernização dos espaços, a Mude transmitirá conteúdo para os alunos através do painel instalado nas estações, como a execução correta de exercícios e dicas.

 

Início de uma nova jornada

Com a comemoração de vinte anos de inauguração da Muscle Beach Rio, a iniciativa do empreendedor carioca ganhou atenção: a empresa foi selecionada para ser a fornecedora do projeto de reforma da Muscle Beach de Venice, oferecendo um set de 25 equipamentos e dois contêineres com grades e acessórios para a montagem da academia, que foram construídos na unidade fabril da Unisuam, universidade localizada em Bonsucesso, na Zona Norte carioca, e levados para Los Angeles pela equipe da Mude, envolvendo soldadores e polidores que viajaram para os Estados Unidos para concluir o projeto. O investimento total realizado foi de 500 mil dólares.

De acordo com Marcus, a inauguração não é o fechamento de um ciclo ou realização de um sonho, mas é o marco inicial de uma nova fase internacional da empresa.

“Venice será uma semente brasileira na Califórnia que reafirma nossa capacidade de inovação, empreender e realização. Espero que outros jovens se inspirem com esta história e que acreditem em seus sonhos mesmo que muitas pessoas lhe digam que é loucura ou impossível de ser alcançado. Espero fazer na Califórnia o que fizemos no Brasil nos últimos 17 anos e levar nossas tecnologias de produtos, serviços e modelos de negócio para o mercado mundial”, contou o empresário.

Desejos para o futuro

Pensando no futuro, a Mude planeja levar o aplicativo que promove aulas de ioga, training e corrida para cinco capitais brasileiras com o objetivo de ser utilizado na Muscle Beach e nos parques de Los Angeles.

“Daqui a vinte anos, espero olhar para trás e ver que 2019 foi apenas o começo dessa transformação que começamos lá atrás e que vai levar nosso brazilian life style a tantos outros locais”, enfatizou o sócio fundador.

Dica valiosa para quem quer iniciar um negócio

Marcus explicou de forma clara que, ao abrir uma empresa, é preciso pensar em todos os pontos, sem menosprezar a importância de nenhum aspecto, e abordou a importância de investir em uma identidade bem pensada.

“Uma coisa que não me ensinaram quando eu cursava engenharia e abri minha primeira empresa é que, quando você pensa em uma empresa ou produto, é preciso definir a identidade verbal e visual, o que a empresa quer fazer, qual é o seu produto, além de criar um nome. E o mais importante: ser criativo no modelo de negócio. Um bom negócio pode estar sendo mal executado porque o canal de venda pode ter sido mal definido”, explicou.

Questionado se recomendaria a AgeRio para outros empreendedores, a resposta foi positiva.

“A AgeRio foi importante para nos dar tranquilidade na manutenção do investimento, um processo simples e eu super recomendo!”, concluiu Marcus.

Assista abaixo ao vídeo feito durante a visita à empresa:

Na AgeRio você encontra a solução para o seu negócio crescer!

Faça uma simulação

Pin It on Pinterest