Cleonice Soares – Costureira

Sair da cidade natal, sozinha, aos 16 anos, em direção a um local desconhecido não é fácil, principalmente sem emprego. Porém, Cleonice Soares arriscou e teve sucesso.

A costureira deixou Maranhão desempregada e conquistou seu primeiro trabalho na capital fluminense como arrematadeira de costura, atuando na finalização de peças, um serviço que ela desconhecia até então. Ela permaneceu no emprego por sete anos, até o momento que engravidou e precisou sair. No entanto, após os anos de parceria com sua ex-chefe, quem transmitiu a ela todos os ensinamentos, foi presenteada com uma máquina de costura para dar início à sua própria confecção.

Atualmente morando no Morro dos Prazeres, no bairro carioca de Santa Teresa, a microempreendedora ganhou apoio da irmã e da cunhada, a quem passou tudo o que lhe foi transmitido assim que chegou ao Rio. Hoje, ambas possuem suas confecções e a irmã também faz parte do negócio de Cleonice como sócia há mais de vinte anos.

A confecção da costureira atende lojas de moda fitness, praia e “modinha”, que são roupas feitas com o tecido viscolycra. No total, quatro pessoas atuam na produção das 400 peças que são feitas semanalmente, mas em épocas que a demanda aumenta, outras duas profissionais ajudam Cleonice.

A AgeRio passou a fazer parte da vida da Cleonice quando a costureira descobriu a possibilidade de realizar a aquisição de um financiamento através da linha de Microcrédito da empresa. Durante toda sua trajetória, ela já recorreu ao financiamento três vezes, sendo a última no valor de R$ 10 mil. Com o valor, a microempreendedora comprou tecidos, linhas, uma nova máquina que permitiu aumentar a produção e dobrar o faturamento em quatro meses. Além disso, construiu uma nova sala para o seu negócio, pois antes pagava aluguel para trabalhar.

“Vocês são muitos importantes para nós. A gente indica a AgeRio para várias pessoas, inclusive da nossa família. Quase todos os membros já pegaram (crédito). Os juros de vocês são bons, um dos menores do mercado”, disse a microempreendedora.

De acordo com Cleonice, a fórmula para obter bons resultados é o básico: força de vontade, foco, fazer o que gosta de maneira bem feita e, principalmente, com amor.

“O mesmo trabalho que você tem pra fazer mal feito, você tem pra fazer bem feito. Então, faça sempre bem feito. Tudo o que eu faço procuro fazer muito bem feito, com qualidade, porque isso é muito importante. Ser honesto, cumprir prazos… Isso mantém você no mercado. A sua palavra vale mais do que dinheiro”, reforçou a costureira.

Na AgeRio você encontra a solução para o seu negócio crescer!

Faça uma simulação

Casos Relacionados

Oops! Não achamos nada relacionado.

Mais casos de sucesso

Pin It on Pinterest