Presidente da AgeRio participa de live com Ministro do Turismo

O presidente da Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro, Alexandre Rodrigues, participou nesta semana de uma live com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e outros  representantes de agências e bancos de desenvolvimento do país, para falar dos impactos do novo coronavírus na cadeia do turismo e sobre o Fundo Geral do Turismo (Fungetur) como instrumento para atenuar os impactos da crise econômica causada pela pandemia.

Segundo o ministro, parte da primeira parcela dos R$ 5 bilhões destinados pelo Governo Federal ao Fundo Geral do Turismo (Fungetur) já estão sendo disponibilizadas para as instituições financeiras credenciadas ao Fundo. O recurso emergêncial, definido pela Medida Provisória 963, tem como objetivo apoiar as empresas do setor neste momento de crise em razão da pandemia.

O único critério definido pelo Ministério do Turismo é que os recursos atendam os prestadores de serviços turísticos cadastrados no Cadastur (sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo) que conta, atualmente, com 105.256 inscritos em nível nacional.

Poderão ter acesso ao crédito as seguintes empresas: acampamento turístico, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadora turística, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística, centro de convenções, empreendimento de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimento de entretenimento e lazer e parques aquáticos, locadora de veículos, organizador(a) de eventos, prestador de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestador especializado em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares.

Em live realizada na última quarta-feira (27/05), o coordenador de Fomento ao Empreendedorismo, Atração de Investimentos e Fungetur, Lucas Fiuza, afirmou que a região Nordeste será a primeira do país a ter acesso aos R$ 5 bilhões Fungetur. Segundo ele, os primeiros repasses para os bancos estaduais de fomento da região credenciados no Ministério devem ser empenhados ainda nesta semana, facilitando o alcance do recurso por empresários e trabalhadores dos estados da Bahia, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Norte e Sergipe, todos com agências de fomento ou bancos de desenvolvimento credenciados.

Em recente live com empresários do setor, Alexandre Rodrigues, o presidente da AgeRio – agência já credenciada a operar os recursos do Fungetur no estado do Rio de Janeiro –  ressaltou o trabalho incessante em buscar novos recursos financeiros para apoiar o empresariado fluminense, em especial os recursos do Fungetur.

“O credenciamento da AgeRio no Fungetur foi um trabalho de um ano, de muita persistência. Pessoalmente fui ao Ministério do Turismo fazer este pedido de credenciamento da agência, junto com a nossa diretora Dara, e a AgeRio conseguiu ser atendida recentemente, neste pleito de poder operar também este funding que será fundamental para reativar o setor de turismo, entretenimento, eventos e afins no Rio de Janeiro”,  contou o presidente da agência estadual de fomento. “Temos mais de R$ 500 milhões em pedidos das empresas do setor já cadastradas na agência. São mais de 14 mil vagas de trabalho, sem contar os profissionais autonomos como guias de turismo. Precisamos socorrê-los”, completou.

A gente apoia. O Rio cresce!

Saiba mais sobre a AgeRio

Pin It on Pinterest