AgeRio participa de processo de seleção do Finep Startup

Na última semana, a AgeRio participou da banca avaliadora do Finep Startup, representada pela superintendente Tatiana Oliver (SUDEM) e pela gerente Graciela Ayub (GEPAR). O programa Finep Startup tem por objetivo alavancar empresas de base tecnológica em fase final de desenvolvimento de produto ou que precisem ganhar escala de produção, com viabilidade comercial comprovada. O limite de recursos totais desta rodada é de R$ 60 milhões para 30 startups.

O processo de seleção é composto por três etapas:

  • 1ª Etapa: Avaliação de Plano de Negócios (eliminatória e classificatória);
  • 2ª Etapa: Banca Avaliadora Presencial (eliminatória e classificatória); e
  • 3ª Etapa: Visita Técnica e Avaliação de Documentação Jurídica (eliminatória).

O convite surgiu dado à parceria entre as instituições e a disposição de ambas em contribuir para a inovação e transformação tecnológica do Estado do Rio de Janeiro e do país como um todo. A AgeRio já havia participado na 1ª Etapa, avaliando o plano de negócios das startups fluminenses que se inscreveram no programa. Nessa etapa, além da superintendente e gerente já citadas, participou também o analista de desenvolvimento João Moço (GEPAR). Das 34 startups fluminenses avaliadas, 13 foram aprovadas para apresentar suas soluções para a banca avaliadora.

Na 2ª Etapa, ao todo, participaram 75 startups que atuam nas seguintes áreas temáticas: Agritech, Cidades Inteligentes e Sustentáveis, Construtech, Economia Circular, Defesa, Economia Criativa – Jogos Eletrônicos, Educação, Energia, Fintech/Insurtech, Healthtech, Mineração, Óleo & Gás, Química e Materiais Bio-baseados. Também podem concorrer empresas que desenvolvam soluções nas seguintes tecnologias habilitadoras: Biotecnologia, Blockchain, Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Manufatura Avançada, Microeletrônica, Nanotecnologia e Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista.

Destas, até 30 serão selecionadas para a visita técnica e documentação jurídica. O resultado final do processo de seleção do Finep Startup está previsto para julho.

Para o analista João Moço, a experiência de participação na avaliação das empresas participantes do Programa Finep Startup foi bastante enriquecedora pois gerou um melhor conhecimento sobre o mercado de startups, em especial no Rio de Janeiro, devido a avaliação de um grande número de empresas com diversos modelos de negócio, graus de maturidade e experiências. A participação também foi gratificante pelo direto e relevante impacto que os recursos do programa terão para as empresas investidas, apoiando seus crescimentos e do país como um todo. Ponto de destaque do programa é a grande participação de representantes de diferentes áreas do mercado na avaliação das empresas, o que garante maior credibilidade e criticidade.

A gerente Graciela Ayub contou que o próprio Finep Startup tem um modelo inovador, uma vez que não pretende tornar os empreendedores brasileiros dependentes de recursos públicos. O Programa estimula a startup a buscar o capital privado, pois pontua as empresas que apresentam Carta de Compromisso de investimento anjo e também se compromete em repassar a esses investidores os valores que superarem o retorno desejado pela Finep (IPCA + 10). Isso é ótimo, pois as startups não necessitam somente de recursos financeiros, mas também de auxílio em questões extremamente relevantes para o futuro do negócio, como governança e gestão.

A superintendente Tatiana Oliver ressalta que o Programa Finep Startup é uma importante iniciativa no fomento ao ambiente de empreendedorismo e inovação no Brasil. Foi muito gratificante participar do processo de avaliação das empresas e conhecer os projetos que estão sendo desenvolvidos no país, além da troca de experiências com os empreendedores e com representantes de diversas áreas do mercado.

Na AgeRio você encontra a solução para o seu negócio crescer!

Faça uma simulação

Pin It on Pinterest